Barra do Corda, Ma, Data Atual, Hora Atual










SENTINDO-SE PRONTO PARA A COMPETIÇÃO

Autor: Leonardo Delgado
E-mail: aquabarra@sapo.pt
Enviado em: 02 de julho de 2009

COMO É QUE EU VOU ME SENTIR PRONTO PARA COMPETIR?

Artigo do australiano Wayne Goldsmith, Moregold Swim Centre, Albury NSW, Australia tradução de Alexandre Pussieldi.

Aquecer é algo que todos os nadadores fazem para nadar melhor. Porque aquecer?

Se analisarmos os fatores científicos iremos encontrar várias razões que justificam o uso do aquecimento:


• Aumenta a temperatura corporal
• Aumenta a freqüência cardíaca
• Aumenta a pressão sanguínea
• Aumenta a energia produzida pela atividade enzimática

Algumas outras observações foram encontradas pelo uso do aquecimento:


• Aumenta a confiança do nadador ao sentir a água propriamente dita, temperatura, viradas, bandeirolas, blocos e condições gerais (incrementando a familiaridade com as condições da prova)
• Aumenta a preparação para a prova sob a forma específica de séries, ritmo, parciais e velocidade, além de estratégias de nado.

Outra grande intenção do aquecimento é fazer o seu corpo estar PREPARADO para executar a prova da melhor forma possível. Quantas vezes o seu treinador ou seus companheiros de equipe lhe perguntaram antes da sua prova: "Você está PRONTO?". Mas o que esse PRONTO quer realmente dizer. Como você pode identificar que está PRONTO ou não tão PRONTO para executar o seu melhor.

• Alguns nadadores gostam de sentar com seus amigos ou família, divertir-se de forma descontraída para ajudar a afastar a tensão e se sentirem PRONTOS.

• Alguns nadadores preferem o oposto, eles precisam de paz e estar quietos longe de tudo para concentrarem-se e fazerem o seu melhor.

• Outros gostam de escutar música, alguns lêem, uma pequena caminhada, alguns conversam, outros chegam até a fazer pequenas corridas. Existem muitas formas que os nadadores se preparam para as suas provas.

• A chave para um efetivo aquecimento é saber qual o seu pessoal sentimento de estar PRONTO para a prova.

• Não faz sentido se preparar durante meses e meses, se comprometendo com o treinamento e trabalhando duro, tendo boa nutrição e chegar no final sem saber o que é estar preparado para a sua prova.

• Um simples caminho para aprender quando você está PRONTO é escrever algumas coisas que você gosta de fazer na sua rotina pré-competitiva. Coisas simples como a qualidade e a quantidade de seu sono, seu café da manhã, seu alongamento, e o seu próprio aquecimento. Tal tipo de atividade lhe dá mais confiança e faz você saber ao certo o que tens de fazer no grande dia.

• Na sua próxima competição, mesmo que não seja importante, tente escrever isso e discuta com seu treinador os resultados das suas impressões.




DICAS DE ALIMENTAÇÃO

Autor: Alex Pussieldi
E-mail:
Enviado em: 02 de julho de 2009

Charlene Boudreau manager do Sport Science Laboratory da USA Swimming traz algumas dicas especiais para a nutrição dos nadadores especialmente antes das competições e durante elas. Confira:

1. Manutenção preventiva

O que você come diariamente vai afetar diretamente a sua performance dia-a-dia. Siga as linhas propostas para uma adequada nutrição: 60% carboidratos, 15% proteína e 25% gorduras. Escolha uma variedade de alimentos dos 5 grupos de nutrição e você terão as vitaminas, minerais e a energia que você precisa para a sua performance diária.

2. Preparação especializada

Cerca de 2 a 3 dias antes da competição, dedique-se mais a comer carboidratos, especialmente os complexos, de alta concentração glicemia (pães, massas, cereais, arroz...) e uma menor quantidade de proteína. Mantenha a gordura consistente e não altere com grande intensidade a sua dieta.

3. Detalhes de último minuto

Não deixe todo o seu trabalho duro ser desperdiçado. Vá para a sua competição nutrido. Tenha um pequeno lanche na noite anterior com carboidratos e sempre acompanhado de grande quantidade de água, o dia todo, todo dia. Pela manhã, beba bastante fluidos para se manter hidratado durante o dia e coma o que o seu estômago for tolerar. Um pequeno lanche de carboidratos até uma hora antes da competição também é pode ajudar. Isso pode ser duas torradas com geléia e um copo de suco, algumas bananas ou mesmo barras energéticas. E não esqueça: ÁGUA!

4. Hora da competição

A concentração no dia da competição não pode deixar você esquecer de manter o seu corpo nutrido até a hora da prova ou durante uma competição com várias provas. Aí vão algumas dicas de última hora:

Uma hora ou menos da prova ou entre eventos

Alimentos de alta concentração de carboidratos com baixo índice glicêmico (sucos de frutas, bananas, bolachas sem sal, bebidas energéticas)

De uma a duas horas entre os eventos

Sólida alimentação de carboidratos de moderado a alto índice de concentração glicêmica. (granola, sucos de frutas, pães, bebidas energéticas).

Mais de duas horas entre os eventos

Sólida alimentação de carbohidratos de alto índice glicêmico com alguma proteína inclusa. (iogurtes, pães com geléia, sanduíches de peru, leite, bebidas energéticas).




DICAS DE COMO OBTER AUTO-MOTIVAÇÃO

Autor: Víctor Mario Maia. E.
E-mail:
Enviado em: 02 de julho de 2009

Primeiro. Estabelece um objetivo definido, com um prazo determinado para sua consecução. Fixa metas imediatas e realistas. Os objetivos vagos e gerais não servem. Sei específico nas finalidades. As escreva em um papel ou caderno e leva este sempre em cima. O mero estabelecimento de objetivos definidos servirá para iniciar o processo de motivação.

Segundo. Desenvolve um plano de ação especifico para obter passo a passo seus objetivos. Enumera todos os obstáculos que possam opor-se. Elabora um plano específico, jornal, semanal, mensal e progressivo.

Terceiro. Cultiva um desejo veemente de obter seu objetivo usando este plano. Pode identificar seu desejo de alcançar o objetivo, te fazendo estas duas perguntas: Vale a pena obter esses objetivos? Se sua resposta for afirmativa, então você tem um desejo genuíno e sincero de alcançar o êxito. Quando seu reconhece os benefícios que pode obter alcançando suas metas, está “acumulando“ desejo automaticamente. À medida que seus desejos se fortalecem, sua personalidade adota uma atitude dinâmica que possibilita cada vez mais o lucro de seus objetivos.

Quarto. Conserva uma fé inquebrável em ti mesmo e em sua preparação para alcançar suas metas mediante o cumprimento rigoroso de seu plano de ação. Deixa a um lado a modéstia e feixe uma lista dos atributos positivos que você possui. Logo estuda a vários nadadores de sua mesma especialidade que tenha triunfado. Observa as qualidades que os levaram a êxito de suas metas. Faz uma lista destas qualidades e as compare com as tuas: assombrará-te das similitudes.

Quinto. Desenvolve uma vontade de ferro para eliminar qualquer obstáculo que se imponha entre você e o lucro de seus objetivos. Cumpre seus planos apesar das circunstâncias, os obstáculos, critica-as, o que outras pessoas digam, pensem ou façam, Se os lucros que pretende alcançar são valiosos para ti. Toda pessoa que se interponha te demonstra pouco interesse em te ajudar a consegui-lo.

Sexto. Não compartilhe suas ânsias de triunfo com gente negativa, com aqueles que se oponham a sua conduta encaminhada a obter sua meta. te relacione com pessoas que tenham “mentalidade de êxito“.

Sétimo. Aprende da derrota. Quem nunca foi vencido, nunca encontrou forte oposição. Da derrota algo bom pode extrair-se, embora só seja o exemplo do que não deve fazer-se.




10 DICAS PARA TORNAR UM JOVEM NADADOR MAIS CONFIANTE

Autor: Alex Pussieldi
E-mail:
Enviado em: 02 de julho de 2009

Dicas extraídas do Boletim da ASCA edição 10 de 2002 com excelentes normas para treinadores das categorias inferiores e pais de atletas. Tradução de Alex Pussieldi.

1. Ajude seu jovem atleta na focalização e escolha dos objetivos além de guiá-lo no processo para obtenção deles.

2. Faça o jovem nadador assumir um compromisso com o esporte, com o clube, com o treinador e acima de tudo com ele mesmo.

3. Faça com que a experiência tenha sucesso, não somente em resultados esportivos, mas como um todo na formação geral da criança.

4. Deixe a criança aprender com as falhas, derrotas e até com o fracasso, isso os fará aprender o caminho exato para o futuro sucesso.

5. Evite comparações com outros atletas, irmãos, parentes ou amigos.

6. Saiba reconhecer e elogiar os esforços e não somente as vitórias.

7. Mantenha sempre acompanhando estes esforços e sendo positivo nas críticas e opiniões.

8. Encorage o jovem nadador a tomar decisões importantes por conta própria, crie o espírito da independência e o ajude para isso.

9. Faça com que ele assuma responsabilidade pelo programa, treinamentos e resultados.

10. Faça com que o jovem nadador seja consistente e acima de tudo se divirta!




O PODER DA VISUALIZAÇÃO

Autor: Alex Pussieldi
E-mail:
Enviado em: 02 de julho de 2009

Visualização em natação é a prática de visualizar a prova por inteira pelo nadador de forma concentrada, nos mínimos detalhes, precisando as mínimas ações, a ponto de visualizar a prova desejada determinando cada movimento, técnica e detalhe. Tal tipo de preparação mental tem sido utilizado por inúmeros atletas com resultados bastante significativos.

A Best Swimming vai apresentar aqui alguns resumos e dicas para você iniciar de forma mais adequada na sua preparação mental para as grandes competições.

Ao visualizar uma prova, o atleta deve tentar descrever para si mesmo a prova inteira, por completo, nos mínimos detalhes. Não só a saída, natação e chegada, mas o ambiente como um todo. A piscina, os sons, a torcida, os gritos, o clima, o ambiente por completo. Todo o ritual pré-competitivo, toda a prova a ser nadada e até mesmo o final dela com a sua celebração.

Isso começa aos poucos e você vai desenvolvendo mais e mais, incrementando o cenário da sua prova desejada. Isto vai sendo desenvolvido incluindo novos detalhes cada vez que você for praticando como o som do tiro da partida, a entrada bem "limpa" na água, a turbulência do seu nado quebrando nas raias anti-marolas e por aí vai.

Mas porque praticar este tipo de ação? O uso regular da visualização irá aumentar (e muito) a sua confiança e manter o seu estado nervoso mais em controle para a competição objetivo. Isto porque nosso organismo não consegue distingüir a diferença das experiências vividas e imaginadas.

Exemplos de nadadores que utilizaram a técnica com sucesso não faltam. O americano Tripp Shwenk quebrou o recorde americano dos 200 costas em 1995 e a prova que realizou foi totalmente visualizada previamente. Nos mínimos detalhes, parciais, viradas, entrada na água, até mesmo seu tempo!!!

Quem também fez algo semelhante foia também americana Megan Quann, medalha de ouro nos 100 peito em Sidney 2000 e que realizava a visualização da prova diariamente um ano antes da disputa olímpica. Megan incluiu uma foto da piscina de Sidney na parede do seu quarto para aumentar o "clima" na visualização. Ela fechava os olhos e segurava um cronometro enquanto visualizava a prova. Ao abrir os olhos o tempo do cronometro marcava o tempo que ela havia realizado em sua "prova mental".

Um detalhe muito importante com relação a esta técnica é de que a prática faz a perfeição, e por isso as primeiras sessões de visualização talvez não atinjam a plenitude de seus objetivos. Faça isso com freqüência até conseguir alcançar o sucesso absoluto primeiro na visualização até fazer isso virar realidade.

Quando a sua mente estiver "treinada", todas as adversidades competitivas serão bem melhores assimiliadas para estes problemas.

Isto pode também ser discriminado em problemas que normalmente você sente em suas provas. Detalhes como seus últimos 50 metros onde você não tem mais pernas e morre de forma desesperada, pode ser incluído na sua visualização e transformado para um final tranquilo com uma perna acelerada e forte.

Segundo o psicólogo esportivo Craig Towsend, um atleta que utiliza as visualizações para correção de técnica pode alcançar resultados 3 ou 4 vezes mais rápidos do que aquele que simplesmente se restringe a apenas as práticas na água. Segundo Craig Towsend, "o corpo apenas segue o que a mente lhe diz", ou seja, se a mente estiver totalmente focalizada em determinada ação esta virá com mais naturalidade e fluência.

Neste caso específico da correção de uma determinada técnica, a idéia é não visualizar a técnica antiga (errada) jamais. Se focalizar apenas na correta e ver e rever diversas vezes fazendo com que a mente tenha este movimento totalmente "gravado" para a correta execução.

"A mente controla o corpo, e a mente é ilimitada. Nós não podemos fazer nada sem que isso antes tenha sido imaginado" diz o psicólogo.

Outro grande nome da psicologia esportiva americana, Alan Goldenbergh, dá uma linha de ações para você efetivar a visualização como sua fonte de preparação competitiva:

1) Escreva o seu roteiro
Não tenha medo de colocar suas metas, objetivos, escreva e visualize o que realmente são os seus sonhos e faça-os tornarem-se realidade.

2) Respire fundo e relaxe
Você não irá conseguir chegar a visualização se não tiver totalmente desligado do mundo real.

3) Play your movie!
Isso quer dizer, seja o artista principal da sua visualização. Você pode fazer isso visualizando você mesmo nadando, ou visualizando dentro de você os movimentos e detalhes da prova.

4) Edite a sua história
Corrija os detalhes, fixe os movimentos que não foram perfeitos, acrescente detalhes e mais detalhes, e lembre a prática leva a perfeição.

5) Tenha paciência
Isso não lhe dá resultados imediatos e muito menos concretos. É um estado de espírito que é desenvolvido e lhe dá confiança para futuros resultados. Comece hoje mesmo!



FINA

Confederação Brasileira de Natação

Federação Maranhense de Desportos Aquáticos - FMDA

E-books de Ed. Física
E-books de Ed. Física

Swim It Up

Swimnews

Pro Swim

aquabarrabdc

Best Swimming

Not Nat

Orkut Aquabarra

Blog Paineiras

© Escola de Natação Aquabarra

Webmaster: Leonardo Delgado